Sineduc convoca profissionais da educação para sessão da Câmara nesta terça-feira (07).

12647105_938799632884634_9091110371689994280_n

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação Municipal de Ribeirão Pires (Sineduc), através de sua diretoria irá entregar aos vereadores documentos que segundo afirmam deixará claro os desmandos por parte do prefeito Saulo Benevides (PMDB). Através de nota, a intenção é expressar a toda a sociedade “profunda indignação” pelos modos a qual estão sendo tratados os servidores e seus representantes pela administração municipal.

O sindicato informa ainda que não se trata de paralisação, mas que todos os profissionais se utilizem de meios legais e compareçam a sessão da câmara que acontece a partir das 14 horas.

Leia abaixo a integra da nota emitida pelo Sineduc

Diante de todas as necessidades pelas quais passa nosso município, como a falta de vagas em creche, precário atendimento nos serviços de saúde, abandono das vias públicas, entre outros, no ilustríssimo prefeito esbanja dinheiro público na contratação de pessoas para ocuparem cargos de confiança e na concessão de altas gratificações salariais a poucos privilegiados.

Só em seu gabinete mantém mais de 20 assessores nomeados por ele, sendo que alguns chegam a receber salários acima de R$ 6.000,00, contudo a maioria dos servidores concursados após anos de carreira não recebem mais que dois salários mínimos.

As aberrações não param por aí:

  1. Apenas entre janeiro e maio de 2016 o prefeito já nomeou mais de 60 pessoas em cargos comissionados e concedeu inúmeras gratificações que podem chegar a 100% do salário do contemplado, tudo sem justificativa.
  2. Ainda, criou uma gratificação por assiduidade para os médicos, com isso o médico que não faltar ao seu plantão receberá uma gratificação em dinheiro, o que é um completo absurdo, pois ir trabalhar é seu dever e o salário já é sua recompensa.

O descalabro continua agora o senhor prefeito insiste em não cumprir a lei que garante aos servidores a reposição da inflação, desta forma os servidores públicos de Ribeirão Pires não terão o dissídio de 2016.

Nós trabalhadores de carreira, tentaremos o quanto pudermos evitar que a população seja prejudicada pela irresponsabilidade do senhor prefeito, mas não permitiremos que falte o pão para nossos filhos, se nada se resolver nos próximos dias, tomaremos os espaços públicos, até que o senhor Saulo Benevides honre os compromissos assumidos com os munícipes e com os servidores municipais.

Contamos com o apoio da população e agradecemos.

SINEDUC – Sindicatos dos Trabalhadores da Educação Municipal de Ribeirão Pires

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply