Arquivos de Tag: combustivel

Combustível chega em Ribeirão e motoristas correm para postos. Situação pode se agravar com anúncio de greve dos petroleiros.

Alguns postos de Ribeirão Pires voltaram a receber combustível nesta terça-feira (29). Receosos com o desabastecimento, diversos motoristas correram aos estabelecimentos, formando filas gigantescas.

Em um posto na avenida Capitão José Galo, no centro da cidade, um carregamento de gasolina chegou pela manhã. Em outra unidade concorrente ao lado, a gasolina também voltou a estar disponível.

Nos locais foram formadas filas enormes de carros, motocicletas e populares a pé com os seus conhecidos galões de cinco litros.

Perguntamos a um senhor que acabava de abastecer o seu veículo com 20 litros (limite máximo fornecido), o mesmo informou que chegou ao local por volta da 10:20 da manhã e que as 07 horas valeram muito a pena mesmo tendo pago R$ 5,699 por cada litro.

Na avenida Francisco Monteiro, em um posto próximo a Pista de Skate, a fila de carros dobrava quarteirões.

Situação semelhante, foi verificada em um Posto de combustíveis na avenida Francisco Monteiro, esquina com a Eugênio Roncon. No estabelecimento, fervilhava de motorista ansiosos por abastecer seu veículos e motos com o líquido precioso. Não faltaram os populares galões, onde os seus possuidores aguardavam por horas para enche-los.

Seguindo pela mesma via, um pouco a frente do cemitério municipal, um grande congestionamento se formou com condutores aguardando para chegar ao próximo posto onde a movimentação era intensa.

Petroleiros anunciam greve a partir de quarta-feira, 30 de maio

Devido à rapidez dos acontecimentos, acelerados e lançados nacionalmente com a greve dos caminhoneiros, a direção da FUP se reuniu no sábado, 26, e definiu pela realização de uma paralisação de 72 horas a partir desta quarta-feira, dia 30.

Segundo o coordenador da FUP, José Maria Rangel, “esta greve se faz necessária para denunciar a política irresponsável de Pedro Parente, que está sucateando as nossas refinarias”.

A greve, que acontece a partir da zero hora da quarta-feira, pretende pressionar o governo para baixar os preços do gás de cozinha e dos combustíveis, contra a privatização da empresa e pela saída imediata de Pedro Parente, que, com o aval do governo Michel Temer, mergulhou o país numa crise sem precedentes.

Nesta segunda-feira, os petroleiros da Replan de Paulínea e da Recap em Mauá realizam paralisação nas duas refinarias.

A causa dos caminhoneiros é amplamente apoiada pela sociedade, basta ver o tanto de postagens nas mídias sociais ou sair entrevistando populares pela rua. E não era para ser diferente, a classe dos caminhoneiros, entre outras reivindicações, exige a redução no preço do diesel, com corte total do imposto Pis/Confins. Esse sentimento de pagar um absurdo em postos de gasolina é compartilhado por todos, ou seja, a greve dos caminhoneiros se torna uma luta em comum de todos os brasileiros.

O problema é que, ao invés da população ou grande parte dela, aderir à greve, se posicionando dentro de seu setor e entidades, criando uma ideia, enquanto consciência coletiva, o que se nota é que, apesar desse apoio idealístico, o comportamento social age totalmente antagônico à causa dos caminhoneiros. Haja vista o corre-corre aos postos de gasolina, aos supermercados e em tudo que se possa pensar.

O certo é que todo esse rebuliço social para comprar produtos elevou os preços dos combustíveis, das frutas, legumes e verduras, até acabarem. Baseado na oferta e procura (lei de mercado), e no que podemos denominar de “egoísmo” de grande parte da população que saiu desesperadamente às compras e no oportunismo de alguns empresários, os preços subiram consideravelmente no município e, provavelmente, em todo o país. Luís Carlos Nunes

Preços da gasolina e do diesel sobem hoje (12/01).

Os preços da gasolina e do diesel – comercializados nas refinarias – aumentaram hoje (12) 1,4% e 0,7% respectivamente, de acordo com informação da Petrobras.

As variações de preço fazem parte de reajustes frequentes praticados pela Petrobras, “em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional”, segundo a estatal.

O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis. O histórico das últimas variações praticadas pela Petrobras está disponível na página da estatal na internet.

Vem aí um novo aumento da gasolina nesta terça-feira (28).

A Petrobras vai elevar os preços da gasolina em 1,8% nas refinarias a partir de terça-feira, informou a estatal nesta segunda-feira em comunicado no seu site. Paralelamente, a petroleira irá reduzir as cotações do diesel em 0,2 por cento. Os reajustes fazem parte da nova sistemática de formação de preços da empresa, em vigor desde julho e que prevê alterações quase que diários para os valores.

Vem aí um novo aumento dos combustíveis, a contar desta terça-feira (29).

A partir de amanhã (29), o preço da gasolina nas refinarias sofrerá um aumento de 1,1% e o do diesel de 0,4%. O anúncio foi feito hoje (28) pela Petrobras e segue a nova política de ajuste de preço, que tem como base o preço de paridade de importação.

O ajuste anterior havia sido anunciado no sábado (26), com aumento de 1,2% na gasolina e diminuição de 0,7% no diesel. A nova política foi adotada no começo de julho e, desde então, os reajustes são feitos quase que diariamente. Os percentuais podem ser acompanhados no site da Petrobras.

Câmara admite erro e promete correção do valor de combustível no sistema.

Após publicação na manhã desta segunda-feira (31) de matéria intitulada “Câmara de Ribeirão compra litro de gasolina por R$ 4,75. Não faltou óleo de peroba” (ver aqui), o secretário Geral da Casa de Leis, senhor Régis Dias, se apressou e apresentou justificativa, reconhecendo a existência da fonte utilizada por este veículo, porém alegando “um erro de vínculo na planilha de controle”.

Apresentamos abaixo em seu inteiro teor.

“A todos os leitores,

venho aqui esclarecer que conforme dados no portal de transparência e pegando o valor que Ainda não foi pago , pois o cheque encontrasse na camara !!

Conforme fotos anexo!

Houve um erro de vínculo na planilha de controle onde deveria constar 92 litros constou 70 litros

Erro esse detectado e já estamos providenciando o acerto jamais vms pagar coisas superfaturadas aqui na camara pelo menos na gestão que assumi em 01/01/2017 , sou funcionário de carreira a 19 anos aqui, sou muito correto naquilo que faço

Documentos se encontram a disposição de qualquer munícipe para verificação !!!

Mas a informação acima passa a não ter veracidade uma vez que estamos esclarecendo e pedido desculpas pelo equívoco do lançamento no portal

Já chamei atencao dos responsáveis para que isso não ocorra novamente

Regis Dias !!

Secretario Geral da Camara

Em segundo momento, o secretário Geral argumentou:

“Não costumo fazer isso mais a partir de agora qualquer assunto envolvendo a camara no que diz respeito à gestão administrativa irei me manifestar e mostrar as veracidades dos fatos

E tbm pedir desculpas quando erramos

Cansei de pessoas generalizarem sempre por baixo as gestões

Tenho 19 anos de câmara

E minha 3x que sou convidado a ser Secretario da Camara

Pois valorizo o dinheiro público e não sou favorável a coisas erradas !!

E me coloco como funcionário público a disposição de qualquer munícipe e de qualquer órgão de imprensa

Sou profissional e comprometido com aquilo que faço

Abracos

Regis Dias

Secretario Geral

Pelo apresentado, nota-se o reconhecimento de um erro grave. O erro em questão poderia causar prejuízo aos cofres públicos caso fosse pago um valor maior, e que poderia passar desapercebido.

Por envolver dinheiro público, composto por pagamentos de impostos pagos pelos cidadãos, todo cuidado é pouco. O secretário Régis em sua nota, desculpou-se!

Como veículo de comunicação, estaremos sempre atentos a estas e outras questões, com total isenção que nos é peculiar.

Não nos furtaremos em divulgar fatos sempre apurados e embasados documentalmente. Sentimo-nos gratificados pelo reparo feito e também que nossa reportagem gerou 22 litros dá preciosa gasolina no tanque do veículo utilizado para o abastecimento. Luís Carlos Nunes