Arquivos de Tag: crime

Polícia Militar de Rio Grande prende mulher com farta quantidade de drogas nesta terça-feira (03).

A Polícia Militar de Rio Grande da Serra em trabalho incessante na luta contra o tráfico de drogas, prendeu na tarde desta terça-feira (03) uma mulher com grande quantidade de drogas.

Policiais enquanto realizavam patrulhamento de rotina pela avenida Cido Franco, região central da cidade, avistou uma mulher com uma mochila nas costas, a mesma demonstrou nervosismo ao perceber a aproximação da equipe, foi abordada e dentro da mochila foi encontrado 160 pinos de cocaína, 80 trouxinha de maconha grande, 220 trouxinhas de maconha pequena, 1.000 pedras de crack e 40 vidros de lança perfume.

Diante do flagrante delito, os policiais militares deram voz de prisão e conduziram a meliante para a delegacia para abertura de Boletim de Ocorrência.

Cadastro nacional de pedófilos é aprovado pela Câmara.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 629/15, do deputado Vitor Valim (PMDB-CE), que cria o Cadastro Nacional de Pedófilos, com o objetivo de reunir informações de condenados pelo crime de pedofilia.

A proposta segue diretamente para o Senado, a não ser que haja recurso para análise do texto pelo Plenário da Câmara.

Segundo o autor, o cadastro não gerará custos e vai ajudar no combate à prática da pedofilia no País. Pelo projeto, o cadastro será mantido pelo Poder Executivo e operado em convênio celebrado com as unidades da Federação, para acesso e alimentação pelos seus órgãos de segurança pública, Ministério Público e Poder Judiciário.

Projeto de Lei quer liberar a caça no Brasil. Audiência pública irá debater o tema no dia 17.08 na ALESP.

Um projeto de lei que pretende regulamentar a caça de animais silvestres, proibida em todo o território nacional desde 1967, vem despertando protestos de ambientalistas. Pela proposta, a atividade seria permitida em uma série de situações para caçadores registrados junto às autoridades ambientais. Seria possível, inclusive, a criação de reservas privadas para a prática de caça desportiva.

O autor do projeto de lei 6268/16, o deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC), diz que as mudanças são justificadas pelo perigo de animais invasores para as pessoas e para a agropecuária do Brasil.

“Hoje você tem animais, tanto silvestres como exóticos, que, como não têm inimigos naturais, tornaram-se pragas”, diz Colatto, destacando o perigo de transmissão de doenças e de sérios prejuízos econômicos. “O Estado precisa agir”, justifica.

Para entidades de proteção animal e do meio ambiente, porém, essa nova legislação representaria uma enorme ameaça para as espécies brasileiras.

“É um retrocesso descabido. O texto libera o abate de animais em situação de ameaça comprovada à agropecuária. Ou seja, animais que ameacem uma fazenda, por exemplo, poderiam ser mortos”, diz Márcio Astrini, coordenador de políticas públicas do Greenpeace no Brasil.

Coordenadora do programa de Ciência da WWF Brasil, Mariana Napolitano Ferreira concorda com a avaliação. Para ela, bichos que já são tradicionalmente muito caçados no país – como pacas, porcos-do-mato e veados– ficariam em situação ainda mais vulnerável.

Audiência Pública na Assembleia Legislativa de São Paulo debate Políticas de Proteção aos Animais Silvestres

O PROJETO

O projeto cria uma nova política para a fauna brasileira, também estabelecendo critérios para conservação e preservação de espécies. Para a maioria os ambientalistas, porém, as medidas nesse sentido já estão contempladas por outras leis e portarias.

A grande mudança fica por conta da possibilidade de caça de animais silvestres, mediante autorização dos órgãos ambientais e a apresentação de um plano de manejo específico.

“Na prática, isso inviabilizaria o controle. Esses órgãos de fiscalização já estão sobrecarregados. Imagine se for checar que caçador tem plano de manejo?”, indaga Mariana Napolitano.

O texto também prevê o abate de animais que ameacem a produção agropecuária. Um ponto que, para as entidades ligadas à conservação do ambiente, abriria espaço para a caça até de animais ameaçados, como as onças – parda e pintada – que seriam particularmente afetadas, porque são animais carnívoros que muitas vezes vivem próximas a rebanhos.

Na opinião do autor do projeto de lei, a situação das onças merece atenção.

“A onça não pode ficar liberada em lugar nenhum, a não ser em uma floresta muito extensa, porque ela ataca gente e ataca animais, é uma predadora”, diz.

Outro ponto polêmico da proposta é a liberação da comercialização, por parte de populações tradicionais, como índios e quilombolas, de algumas espécies de animais, inclusive oriundas de áreas protegidas de floresta.

Para Márcio Astrini, do Greenpeace, associar os bichos a esse tipo de atividade econômica aumentará ainda mais a pressão sobre as florestas.

“Se as áreas são declaradas de proteção, é porque têm um alto valor ecológico que precisa ser protegido. Se você permite a comercialização de animais que vivem lá, não tem jeito, causa um desequilíbrio”, diz.

O deputado Valdir Colatto argumenta que a definição das espécies que podem ser caçadas caberia ao Ibama e teria como base estudos de impacto ambiental.

Na opinião de Colatto, um outro ponto positivo da proposta é a possibilidade de aumentar o financiamento para a proteção animal, uma vez que o projeto de lei prevê que 30% dos lucros das reservas privadas de caça tenham esse destino.

“Já acontece em outros países, como nos Estados Unidos”, compara.

O projeto de lei torna ainda mais brandas as multas e a prisão para quem for pego caçando irregularmente.

“Quando você vê a Justiça liberando o Bruno de um assassinato que ele cometeu, então você não pode querer que qualquer tipo de crime seja responsabilidade da prisão fechada. Nós estamos querendo que o reparo do crime seja reparo ambiental. Assim está no código florestal brasileiro, que ele pague o crime recuperando danos ao meio ambiente, e não ficando preso às custas do Estado”, justifica Colatto.

COMO É HOJE

A caça no Brasil é proibida por uma lei de 1967, mas que sofreu algumas alterações ao longo. As autoridades ambientais, no entanto, podem liberar o abate em casos específicos.

É o caso do javali europeu, que hoje é a única espécie que tem a caça permitida no Brasil. O abate do animal foi liberado pelo Ibama em 2013, uma vez que o animal –que foi introduzido no país por pecuaristas na década de 1980– é considerado uma praga e não tem predadores naturais.

“Como nós podemos ver com esse caso do javali, é que a legislação atual tem uma flexibilidade que permite gerir quando os animais se tornam o problema. É uma questão de avaliação. O que poderíamos agora é fazer um estudo de manejo para ver se há outros animais que se enquadram nesta situação. Não é preciso, porém, mudar a lei”, avalia a coordenadora do programa de ciências da WWF Brasil, Mariana Napolitano.

Antes de ser votado no plenário da Câmara, o projeto precisa por três comissões: de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

GCM de Ribeirão Pires e Promoção Social realizam ação integrada contra o crime.

gcm-ribeirao-pires

Foi elaborada nesta última quinta-feira, 18, uma operação integrada Juntamente com o Secretário de Promoção Social e a Guarda Civil Municipal (Equipe ROMU e uma viatura Setorial), por volta das 18,40hs, pela Passagem de Nível, Rua Alferes Botacin e Vila do Doce, devido ao número de moradores de rua , e usuários de drogas.

A AÇÃO:
– 23 pessoas foram abordadas pela Guarda Municipal,
– 01 indivíduo foi conduzido à Delegacia por comércio irregular (venda de cartões – bilhete único)
– 01 (um) celular foi localizado em uma lixeira (pela passagem de nível).

A Secretaria de Segurança Pública possui na Central de Videomonitoramento uma Câmera móvel que opera 24 horas. Foram registradas duas ocorrências de roubo e, graças ao profissionalismo dos GCMs que operam as câmeras e a eficácia do vídeo monitoramento, os indivíduos que praticaram o delito foram detidos

O que foi primordial e muito importante na operação, foi a presença do Secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Marcos Fonseca, que presenciou e acompanhou na operação tomando as devidas providências em relação aos moradores de rua.

Ambas as Secretarias irão continuar com as operações integradas, na intenção de diminuir os usuários de drogas e moradores de rua com o apoio do Secretário de Assistência e Desenvolvimento Social.

Rapaz é morto com tiro na cabeça na divisa com Mauá. A suspeita é de execução.

e42b663c-fdd2-4b90-bb8f-dbb2acfd294a

O corpo de um rapaz aparentando 27 anos foi encontrado na rua das Pitangas, divisa de Mauá com Ribeirão Pires. A vítima que tem cabelos tingidos de loiro com corte tipo “moicano” foi encontrado com um tiro na cabeça e com as mãos amarradas para trás com o que pode ser um cabo conector de um aparelho de DVD, o crime é semelhante a uma execução.

Segundo informações de moradores da região, por volta das 02:30 hs. da madrugada desta sexta-feira foi ouvido disparos de arma de fogo mas não se percebeu movimentações nas redondezas.

Equipes da Defesa Civil e Crate se deslocaram para o local que acionaram a Polícia Militar e o Departamento de Trânsito Municipal. O trânsito foi interditado e a PM tratou de preservar o local e o corpo.

Não há informações sobre o que tenha motivado esse bárbaro crime e as investigações estão sob responsabilidade da Polícia Civil de Ribeirão Pires.

O Pecado da corrupção. por Dom Pedro Carlos Cipollini.

Dom Pedro Carlos Cipollini

Uma das maiores causas da grave situação que vivemos está na relação estabelecida com o dinheiro em nossa sociedade. Aceitamos pacificamente seu domínio sobre tudo. “A crise financeira que atravessamos faz-nos esquecer que, na sua origem, há uma crise antropológica profunda: a negação da primazia do ser humano”, escreve o Papa Francisco (cf. EG n. 55). A síndrome da adoração do bezerro de ouro promove a especulação financeira e a autonomia absoluta do mercado. Em meio a tudo isso a corrupção corre solta como se fosse “regra do jogo”. A lei da selva que impõe o consumo como bem supremo, impõe também a ganância e a corrupção como parte do modo de vida regido pela mesma lei da selva na qual os mais espertos e mais fortes levam vantagem em tudo.

Ao contrário do que poderíamos pensar, a corrupção não é um fenômeno de países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. Está espalhada pelo mundo todo. A corrupção é considerada pela ONU o crime mais dispendioso de todos, causa de muitos outros.

Ela tornou-se um dos traços característicos da sociedade pós-industrial. É um dos emblemas de nosso tempo: é a única “religião” que tem hoje uma vocação universal, sentencia Jean Marie Guéhemo. A corrupção moral, referente aos costumes, grassa em todos os setores da vida social, mas a corrupção administrativa e financeira é geral. Hoje estamos em uma situação na qual desaparecem os referenciais éticos quando se trata de lidar com o dinheiro.

Ninguém nasce corrupto, corruptor ou ladrão. Antes de chegar a sê-lo, é certo que houve uma lenta preparação interior, formada de insensibilidade pelos direitos dos outros, sedução pelas presumidas vantagens do crime e enfim, as condições favoráveis que induzem à prática do crime já consentido no coração e na mente: a ocasião faz o ladrão!Os furtos diários, principalmente os praticados por pessoas ou gangues são chocantes, sobretudo quando se configuram como latrocínio.

Porém, não deveriam ser menos chocantes os crimes de corrupção, em especial os de “colarinho branco”, que finalmente começam a ser investigados e punidos. O fato é que a corrupção também gera morte.

A burocratização da administração e da sociedade toda favorece a corrupção porque muitas pessoas e organismos acabam tomando decisão sobre vários assuntos e em meio a tantas pessoas e organismos que decidem, a corrupção é facilmente camuflada; e no fim, ninguém sabia de nada ou ninguém tem culpa de nada. Uma pergunta se impõe: é possível controlar a corrupção?

Somente uma reeducação para a justiça e o direito, no sentido de sobrepor o bem comum ao bem pessoal, a valorização dos princípios éticos no relacionamento social, poderiam coibir a corrupção. Torna-se necessária uma profilaxia moral, uma limpeza nas consciências e isto é em grande parte papel da educação. Aos que tem religião, se apela para que sejam praticantes, porque a prática da própria fé sempre indica o caminho da caridade, do altruísmo para com o próximo, o que exclui a exploração e a corrupção.

Na Bíblia podemos ler: “Não roubarás” (Dt 5,19), e ainda: “Nem ladrões nem os avarentos nem os injuriosos herdarão o Reino de Deus” (1 Cor 6,10). Este é o sétimo mandamento da Lei de Deus dada a nós por Moisés, que prescreve a prática da justiça e da caridade na administração. Este mandamento é aceito pelas três grandes religiões monoteístas que perfaz em dois terços da humanidade: judaísmo, cristianismo e islamismo. É um mandamento contra os corruptos e corruptores.

Antigamente se dizia: “Ou o Brasil acaba com a saúva ou ela acaba com o Brasil”, hoje se pode dizer: “Ou o Brasil acaba com a corrupção ou ela acaba com o Brasil”. A corrupção é pecado porque destrói os relacionamentos na sociedade, é uma injustiça e passa a ideia de que não existe Deus além do dinheiro. É preciso combater a corrupção para sobrevivermos.

DOM PEDRO CARLOS CIPOLLINI – Bispo Diocesano de Santo André

Após roubar, ladrões covardemente esfaqueiam vítimas.

Faca-em-png-queroimagem-ceiça-crispim (1)

Após serem acionados pelo COPOM 190, policiais militares da viatura 30214 atenderam ocorrência onde um homem de 39 anos, ao chegar a sua residência foi rendido por dois homens que roubaram sua carteira com documentos pessoais e um dos criminosos desferiram um golpe de faca em seu braço direito que aparentemente não causou ferimento grave.

A ocorrência aconteceu no dia 31 passado por volta das 10 horas da noite no bairro Jardim São Francisco em Ribeirão Pires.

Segundo noticiou a vítima em Boletim de Ocorrência (B.O.), os assaltantes que fugiram para local desconhecidos, um é gordo e ou outro é de estatura mediana. A vítima foi socorrida para atendimento médico e passa bem.

Em outro caso, os policiais da viatura 30207 no mesmo dia (31 de agosto), compareceram na avenida Humberto de Campos, altura do número 1.100 no bairro Vila Ema em Ribeirão Pires atenderam ocorrência onde um homem de 29 anos foi vítima de agressão física por um indivíduo desconhecido que após sacar uma faca, desferiu um golpe com a arma branca em sua perna direita. A vítima recebeu atendimento médico, é o agressor fugiu, e até o momento não foi identificado.

Oficina mecânica no Jardim Minarosa tem equipamentos roubados.

buraco na parede

Ladrões, após arrombarem uma porta e estourarem uma parede causaram grande prejuízo ao proprietário de uma oficina mecânica no Jardim Minarosa.

O roubo aconteceu na madrugada da quinta-feira (21) onde foi subtraído do local diversas máquinas, equipamentos e acessórios da oficina, entre eles 2 cortadeiras, furadeira elétrica, lixadeira politriz, equipamentos de solda elétrica, 20 metros de fio de cobre e 1 guindaste.

Ribeirão Pires: Mulher é baleada 5 vezes no Jardim Alvorada.

13709929_10204599039696063_846954029097487898_n

A servidora municipal, Rosângela Pereira da Silva de 38 anos foi alvejada na noite deste domingo (17), por 5 tiros, sendo 4 distribuídos pelo corpo e 1 no rosto.

A tentativa de homicídio aconteceu no Jardim Alvorada, centro de Ribeirão Pires quando por volta das 22:10min um Fiat Uno de cor prata que rondava a redondeza com supostamente três ocupantes abriram fogo contra a mulher.

Segundo testemunhas, a vítima ainda circulou pela rua toda ensanguentada a procura de socorro, sendo atendida por equipe do SAMU e encaminhada para o Hospital Nardine em Mauá e após, foi transferida para o Hospital Mário Covas na cidade de Santo André onde passou por cirurgia de emergência.

A perícia técnica da Polícia Civil esteve no local e encontrou dois projéteis possivelmente de calibre 38. No local além de marcas de sangue, também foram encontrados fragmentos de dentes da vítima.  O caso está sob investigação da Polícia Civil de Ribeirão Pires.

Ladrões arrombam janela e roubam casa no Jardim Sol Nascente.

13600363_836840523127001_5690318751868697723_n

Ladrões roubaram no ultimo dia 29, um aparelho 3 em 1, 1 minisystem e 27 pares de sapatos em residência no bairro Sol Nascente em Ribeirão Pires.

Para cometer o crimes, os gatunos estouraram fechadura do portal da residência e logo após violaram uma janela o que permitiu a entrada dos meliantes ao interior da casa.

Segundo informou a vítima através de boletim de Ocorrência (B.O.) registrado na Delegacia de Polícia não há suspeito, tão pouco existe filmagens que possam levar a autoria do crime. Foi informado ainda que nenhum vizinho teria visto atitude suspeita. A polícia civil segue em investigações.

Polícia investiga possível caso de pedofila com duas pré-adolescentes.

Um homem morador em Ribeirão Pires, de 65 anos, é alvo de investigação de abuso sexual de duas pré-adolescentes.

Segundo o Boletim de Ocorrência registrado no dia 29 de junho, o suposto pedófilo aliciava as meninas com 13 e 14 anos oferecendo quantias em dinheiro e em troca cobrava favores sexuais, tais como carícias e beijos. A informação, segundo consta foi feita pelas menores aos pais das mesmas.

As garotas por decisão judicial, são abrigadas em espaço de ressocialização e constantemente fugiam do abrigo para se encontrarem com o investigado de 65 anos em um estabelecimento comercial na região central de Ribeirão Pires.

A autoridade policial em lavratura de ocorrência, classificou com a “natureza de ‘estupro de vulnerável’, porém as investigações pertinentes revelaram a ocorrência ou não do delito.