Arquivos de Tag: Mercedes D’orto

Câmara de Ribeirão Pires comemora Outubro Rosa com Sessão Solene e ação solidária.

A Câmara Municipal de Ribeirão Pires realizou nesta segunda-feira (30) um grande evento de conscientização à prevenção contra o câncer de mama que mobilizou vereadores, diversos profissionais de saúde e a população.

A sessão contou com a presença da senhora Emília Chiavelli Teruel, presidente do Grupo de Apoio “Viva Melhor” de apoio e autoajuda às mulheres mastectomizadas para fazer palestra onde explicou sobre os fatores de risco, como identificar algum sinal de anomalia e sobre a importância da detecção precoce para que o tratamento seja o mais eficaz possível.

Durante a sessão, houve homenagem a ex-vereadora Mercedes D’orto, com 35 anos à época, quando em 16 de julho de 2013, após severo tratamento contra o câncer não resistiu. Mercedes foi representada por seu pai Humberto D’orto filho, sua mãe Eliana e por seu irmão Amigão D’orto.

Em evento paralelo na praça da Vila do Doce, região central da cidade, aconteceu um grande evento, onde homens e mulheres puderam fazer cortes de cabelos e doa-los para a confecção de perucas para mulheres em tratamento e que em função disso tiveram quedas dos mesmos.

Segundo a coordenação do evento, foram arredados 90 lenços e aproximadamente, 13 quilos de mechas de cabelo que segundo com informações técnicas, levando-se em consideração de que com 180 gramas de cabelo é possível fazer uma peruca, os 13 quilos doados possibilitam mais de 72 perucas naturais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres e também o mais letal, sendo a segunda principal causa de morte na América Latina. A nível mundial, entre todos os tipos de câncer, o de mama é o que mais mata mulheres na faixa dos 20 aos 59 anos. A doença também atinge homens, mas a incidência representa 1% do total.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 57.960 novos casos de câncer de mama no Brasil em 2017. Apesar do aumento das taxas de câncer de mama em mulheres mais jovens, ainda assim, a faixa etária entre 40 e 50 anos representa 74% dos casos. Por isso, a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda a realização da mamografia anualmente a partir dos 40.

O evento em comemoração ao Outubro rosa e conscientização sobre o combate recebeu apoio total da Câmara de vereadores de Ribeirão Pires e contou com diversos salões de cabeleireiros da cidade. Veja abaixo o vídeo produzido pela coordenação do evento.

Exclusivo: Pais de aluno do Jd. Aprazível acampam em frente a escola.

13532851_833477353463318_1389616517939999677_n

Pais de crianças matriculadas na Creche Mercedes D’orto, no Jardim Aprazível, região de Ouro Fino Paulista, estão acampados em frente a escola que deverá ser inaugurada nos próximos dias.

Indignados com a decisão do prefeito Saulo Benevides (PMDB) que em reunião com os pais de alunos e a representante da Associação dos Moradores do Jardim Aprazível, os pais armaram barracas e prometem permanecer no local até que o prefeito reveja a sua decisão.

13566966_833477196796667_8939337081111649711_n

Segundo noticiamos  (veja aqui), a creche do Jardim Aprazível tem matriculadas 62 crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e os pais se queixam de não terem sido avisados previamente do fechamento da escola bem como não tem garantias de que com a mudança terão transporte adequado para crianças nessa faixa etária.

Segundo foi apurado por nossa reportagem, outra queixa apresentada é de que muito pais terão que se deslocar por até 5 quilômetros em trecho de terra o que pode ficar dificultado em períodos chuvosos.

 

Saulo pretende fechar creche no jardim Aprazível e pais de alunos protestam.

_DSC0340

Pais de alunos da escola municipal Mercedes D’orto no jardim Aprazível em Ouro Fino Paulista.

Com 62 alunos matriculados no estabelecimento educacional, a creche do Jardim Aprazível em Ouro Fino está as vésperas de ser fechada em função da inauguração de uma nova unidade escolar. A confirmação foi dada em reunião do prefeito Saulo Benevides com pais de alunos e representantes da comunidade nesta terça-feira (28) na sede administrativa do município.

Da Tribuna, durante a sessão ordinária da Câmara de vereadores, a presidente da Associação dos Moradores do Jardim Aprazível (AMJA), Dulceli Batista da Silva Rodrigues afirmou que a população não está disposta a baixar a cabeça para o prefeito.

_DSC0550

“Lá estão crianças de 6 meses a 4 anos de idade. O único bem que temos é a creche e não há condições para o transporte escolar adequado uma vez que a única pessoa que dispõe de veículo adequado já afirmou que não transportará para a nova escola. Estivemos conversando com ele que se encontra irredutível e diz que vai fechar. Isso é um verdadeiro absurdo pois não se fecha uma unidade escolar. Se não tivermos resposta até está quinta-feira os prejudicados do Aprazível vão ocupar o prédio Mercedes D’orto”, afirmou.

_DSC0336

Mãe com filho de 10 meses terá que andar cerca de 10 quilômetros até a nova escola

Vários atos de protestos foram realizados contra o fechamento da unidade, o último deles na quinta-feira (23) quando esta reportagem ouviu de pais e mães as dificuldades que serão enfrentadas caso se concretize a vontade de fechamento da unidade escolar.

_DSC0344

Imagem da futura unidade escolar inacabada capturada em 23/06/2016

O Blog Caso de Política em 06 de maio fez matéria no local que pode ser acessada clicando aqui.

Pais de alunos temem por fechamento de escola no Jardim Aprazível.

Pais de alunos da escola municipal Mercedes D’orto no jardim Aprazível em Ouro Fino Paulista.

Com 62 alunos matriculados no estabelecimento educacional, o receio se dá em função da abertura de nova unidade escolar no Bairro Ouro Fino Paulista.

“Nossa preocupação diz respeito a locomoção até a nova escola. Muitos dos pais não terão como levar seus filhos e a prefeitura até o momento não falou nada sobre se vai ter transporte”, justificaram os pais.

_DSC8367

Unidade do Taquaral em estágio avançado das obras. No detalhe, placa irregular omite origem de recursos, responsável técnico e valores da edificação

Em contato com a secretaria de Educação do município, obtivemos a informado de que a nova escola tem previsão de inauguração no prazo máximo de 40 dias e terá capacidade para 120 vagas.

Outra queixa dos pais é sobre o número de reserva que segundo afirmam que a fila de espera por vagas na cidade é muito grande havendo inclusive processos na justiça que procura garantir matricula em creches e pré-escolas.

“O ideal seria que a Escola Mercedes D’orto não fosse fechada. Com a abertura dessa nova escola haveria ampliação da oferta de vagas e nossas crianças não precisariam se deslocar para o novo endereço. Isso pode trazer transtornos uma vez que muitos alunos com a mudanças ficaram a mais de três quilômetros da nova escola”, disseram os pais.