Arquivos de Tag: Santo André

Domingo (10), tem bike-protesto contra Porto Seco em Paranapiacaba

Ciclistas denominados Massa Crítica, organizam para este domingo (10), um ato contra a instalação de um Porto Seco na região de Paranapiacaba. A concentração está marcada para às 09 horas no trecho de Rio Grande da Serra. Clique aqui e acompanhe a página do movimento, no Facebook.

Abaixo a íntegra do manifesto dos ativista do movimento Massa Crítica.

Estamos organizando um evento ciclístico em defesa de Paranapiacaba. A ideia é fazer um bike-protesto no dia 10 de junho, contra o “Porto Seco” que querem construir lá.

Para quem não sabe, uma empresa está com planos de erguer um centro logístico no alto da serra. A estimativa é que devastem uma área do tamanho de 90 campos de futebol, levando centenas de caminhões por dia para aquela região.

Sabemos que muitos ciclistas de toda grande São Paulo costumam pedalar em Paranapiacaba e pensando nisso, estamos mobilizando geral para que participem desta pedalada em defesa de Paranapiacaba e da Mata Atlântica.

A Massa Crítica partirá do trevo de Rio grande da Serra com destino a parte alta da vila.

SOS PARANAPIACABA – PORTO SECO, NÃO!

DIGA NÃO AO CENTRO LOGÍSTICO CAMPO GRANDE!

Santuário da Mata Atlântica, a Vila Histórica de Paranapiacaba, localizada no município de Santo André, na Região Metropolitana de São Paulo, pede SOCORRO!!!

A área afetada faz limites ou influência direta à três Unidades de Conservação públicas, uma delas entre as mais antigas do Brasil: a Reserva Biológica do Alto da Serra de Paranapiacaba, a outra, o Parque Estadual da Serra do Mar, que pode ser considerada uma “máquina natural paulista de produção de água” e outros serviços ecossitêmicos: sequestro de Carbono, redução de calor, prevenção de enchentes, e outra o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba. Todas abrigam incríveis espécies de fauna e flora, dentre elas mais de 23 espécies em algum grau de ameaça de extinção.

Essas Unidades de Conservação são Zonas Núcleo da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo e da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, reconhecidas pelo Programa MaB Unesco.

O projeto, para a implantação do Centro Logístico Campo Grande, empreendimento desenvolvido pela Fazenda Campo Grande, já se encontra iniciado (em ritmo acelerado) e precisa ser SUSPENSO IMEDIATAMENTE!

Trata-se de um projeto de negativo impacto social, ambiental, econômico e cultural, impactando áreas de grande potencial turístico e outras formas desenvolvimento sustentável como criação de abelhas nativas, sistemas agroflorestais, observação de aves, pesquisa e educação, etc, pretende ocupar 91 hectares (equivalente a 91 campos de futebol) desmatando áreas de florestas em estágio inicial e médio de sucessão, ocupando várzeas e campos antrópicos, estes últimos apesar de terem sido impactados no passado, ainda prestam serviços à fauna e sociedade e podem ter usos menos impactantes.

Estudos realizados na área, apontam mais de 20 espécies (peixes, serpentes, anfíbios e mamíferos) ameaçadas de extinção, um número ainda maior (48 aves) é composto por espécies altamente sensíveis à alterações e degradações ambientais. O próprio EIA-RIMA aponta que estudos foram feitos nos períodos frios, portanto feitos nas estações primavera e verão apontariam resultados mais ricos.

Não foram considerados no EIA-RIMA os morcegos, as aranhas e opiliões (possivelmente sensíveis às alterações ambientais), as minhocas e os insetos, enquanto a região tem uma espécie de borboleta (Actinote zikani) criticamente em perigo. Todos exercem papéis fundamentais no ecossistema.

O tráfego de potentes e pesados caminhões, que irá afogar e destruir estradas dos municípios ao redor, Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires, aumentará também o número de acidentes com outros veículos (como ocorriam inclusive vítimas fatais anos atrás), poluição atmosférica e congestionamentos. Irá estimular a também a construção de um viaduto, pode aumentar a violência local, já que poderá estimular roubo de cargas em rodovias.

Outro fato é a ocupação irregular que acontecerá no local ou imediações após a implantação deste projeto, pois devido à grande circulação de caminhões, logo aparecerão… Borracharias, bares, casas noturnas, etc, e com isso o aumento do tráfico de drogas e drogadição, prostituição, crimes ambientais, entre outros.

A falsa promessa de geração de emprego, renda e aumento da massa salarial, está dada com o objetivo de dividir a população local, porém sabemos que esses tais empregos não irão beneficiar os moradores da vila de Paranapiacaba, pois a promessa de renda-fixa afasta-os da cultura de desenvolvimento sustentável, são empregos de salários mínimos e com grande flutuação, pois os galpões serão alugados, portanto empresas logísticas podem montar e desmontar galpões conforme as crises ou demandas do mercado, contratando e demitindo os trabalhadores, reduzindo perspectivas de futuro.

A obra gerará impacto à beleza do local, com entornos tombados pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo), Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), são décadas de trabalhos de tombamento e aprimoramento do turismo sustentável, mais de 100 anos de conservação da biodiversidade na Reserva Biológica do Alto da Serra, 40 anos de conservação do Parque Estadual da Serra do Mar ameaçados.

Lembrem-se dos “acidentes” ambientais e sociais que tem ocorrido, no passado eles foram aprovados com o discurso de sustentáveis.

Não vamos deixar a nossa vila morrer!

Governo de SP corta transporte de 2 mil alunos de escolas de Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Santo André.

Estudantes precisam passar por vias sem calçada e estradas de terra onde serviço não é mais oferecido. Secretaria diz que resultado da licitação do transporte escolar em Santo André foi contestado na Justiça.

A Secretaria Estadual de Educação suspendeu o transporte escolar para quem mora a menos de 2 km da escola – e não enfrenta barreiras pelo caminho – em Santo André e outras duas cidades próximas. Até o ano anterior, os mesmos alunos tinham direito ao serviço.

Em Santo André, são 1.265 alunos que perderam o transporte. Em uma escola do bairro de Cidade Recreio da Borda do Campo, a reportagem constatou que os alunos precisam passar por vias sem calçada para chegar à escola. Na volta, muitos estudantes dependem de ônibus – o ponto também não é pavimentado.

Na cidade de Rio Grande da Serra, perto da região do ABC, mais alunos também não podem mais contar com o transporte. Sem ter com quem deixar os filhos, mães e pais precisam levá-los até a porta da escola.

“Por duas vezes nós montamos uma comissão de pais e fomos até a Diretoria de Ensino. Faz mais de 15 dias e não temos nenhuma resposta”, diz o aposentado Romildo Aparecido de Souza, em frente à Escola Estadual Giuseppe Pisoni. Na frente do local, crianças seguravam cartazes pedindo a volta do serviço.

Na Escola Estadual Marli Raia Reis, no município vizinho de Ribeirão Pires, os pais contam que todos os alunos da unidade estão sem transporte. A reportagem constatou que muitos alunos voltam de ônibus sozinhos.

“Eu acho que eles não querem ver as crianças na escola”, diz a dona de casa Katia Lemos da Costa, que leva os seus filhos e os de alguns vizinhos para a escola na cidade, numa caminhada cuja ida dura 25 minutos.

Outro lado

A Secretaria de Educação do Estado diz que a Diretoria de Ensino de Rio Grande da Serra e Ribeirão Pires pode retomar o transporte escolar dependendo da situação de cada aluno.

Em Santo André, o resultado da licitação do transporte escolar foi contestado na Justiça, mas a previsão é que o problema seja resolvido no curto prazo. Do G1

Polícia prende 33 pedófilos. Prisões foram em Ribeirão Pires, Mauá, Santo André, São Bernardo, Diadema e mais 16 municípios.

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, na manhã desta terça-feira (20), 33 pessoas acusadas de crime de pedofilia, principalmente pelo armazenamento e distribuição de fotografias ou vídeos de crianças ou adolescentes em cenas de sexo explícito. As prisões são parte da operação.

Policiais apreenderam até brinquedos durante operação de combate à pedofilia em São Paulo

Os suspeitos foram presos em municípios da Grande São Paulo. Os policiais cumpriram mandados em Carapicuíba, Cotia, Itapecerica da Serra, Barueri, Jandira, Itapevi, Santana do Parnaíba, Ferraz de Vasconcelos, Praia Grande, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Ribeirão Pires, Mauá, Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema, Embu-Guaçu, Embu das Artes, Vargem Grande Paulista, Osasco e Taboão da Serra.
As investigações, que estão em andamento há seis meses, tiveram como base denúncia anônima de um morador de Taboão da Serra sobre um suspeito de armazenar material pornográfico. A partir daí, foi feito o levantamento de IP, que é a identidade de cada computador, o que levou a uma rede que inclui 49 pessoas.
De acordo com a delegada, Gilmara Natália dos Santos, ainda não é possível afirmar se há entre os presos responsáveis pela produção do material.

“Primeiro, eles estão sendo autuados por armazenamento, depois vamos identificar se estavam trocando o material.”

A delegada disse também que ainda não se sabe se há vítimas nas imagens. “Muitas vezes, a vítima está dentro da casa, sendo abusada, e as pessoas estão trocando as imagens.”
A delegada afirmou também que todos os alvos da operação são pessoas “acima de qualquer suspeita”, que não aparentavam ter envolvimento com esse tipo de crime.
Há, entre os presos, um funcionário de escola infantil, um diretor de bufê e um guarda civil municipal, além de um pai e um filho residentes na mesma casa, que, segundo a Polícia Civil, disseram não ter conhecimento de que ambos praticavam tal ato.

“Temos alvos com 7.000 arquivos no computador. Isso é muita coisa”, disse a delegada.

Os presos serão encaminhados para os centros de Detenção Provisória de suas cidades e, em seguida, para audiências de custódia nas respectivas cidades. A pena para tais crimes, prevista no Artigo 241 do Estatuto do Menor e do Adolescente (ECA), é de quatro anos de detenção.

“O crime de armazenar fotografias e vídeos é permanente. Para quem transmite, a pena é maior e não há fiança.”

A delegada ressaltou que uma das formas de detectar se há possibilidade de uma pessoa próxima estar praticando crime de pedofilia é a observação.

“É preciso prestar atenção no comportamento das pessoas. Uma pessoa retraída, calada, que busca ficar sozinha com crianças, oferece muitos doces, prêmios, pode ser um pedófilo. Entre os presos hoje, o perfil mais comum é de solteiros mais velhos e sem filhos”, disse Gilmara.

De acordo com o delegado do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil, Márcio Fruett, alguns dos presos têm passagem pela polícia.

“Mas são passagens por outros tipos de crime, nada que chamasse a atenção para esse viés de crime sexual, principalmente contra crianças.”

com informações do Portal UOL

Grande ABC tem “Dia D” contra febre amarela em 3 de fevereiro.

Campanha inédita se estenderá até o dia 24 do próximo mês com dose fracionada da vacina em seis cidades da região

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo realiza, a partir do próximo mês, uma campanha inédita de imunização contra a febre amarela no território paulista, incluindo o Grande ABC.

Entre os dias 3 e 24 de fevereiro, o governo do Estado pretende vacinar 6,3 milhões de pessoas que residem em áreas ainda não alcançados pelo vírus, mas que estão receptivas, pois integram os corredores ecológicos. Somente na Baixada, cerca de 870 mil de pessoas deverão ser imunizadas.

A finalidade é proteger a população preventivamente. A campanha começa em um sábado, “Dia D”, quando os postos de saúde dos municípios envolvidos estarão abertos em regime especial para atender a população.

Das 53 cidades paulistas alcançadas no Estado, estão inclusas seis do Grande ABC (confira abaixo a lista de municípios). As outras 47 estão nas regiões da Baixada Santista, do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

Em duas cidades da região – e outros 38 municípios de SP –, a vacina será ofertada para a população total, devido à alta concentração de mata. Os outros quatro municípios do Grande ABC – e mais nove do Estado – terão vacinação parcial para moradores de bairros com maior vulnerabilidade. Todos os recortes foram definidos por critérios epidemiológicos após análises técnicas e de campo feitas pelo CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica/Divisão de Zoonoses) e Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) em locais de concentração de mata.

A campanha será realizada com dose fracionada da vacina, conforme diretriz do Ministério da Saúde. O frasco convencionalmente utilizado na rede pública poderá ser subdividido em até cinco partes, sendo aplicado assim 0,1 mL da vacina. Estudos evidenciam que a vacina fracionada tem eficácia comprovada de pelo menos oito anos. Estudos em andamento continuarão a avaliar a proteção posterior a esse período. As carteiras de vacinação terão um selo especial para informar que a dose aplicada foi a fracionada.

Em todo o Estado, mais de 4,8 milhões de doses da vacina fracionada serão disponibilizadas para as pessoas ainda não imunizadas que residirem nos locais definidos pela campanha.

Quem já tomou uma dose da vacina, mesmo se fizer parte destes municípios incluídos na campanha, não precisará se vacinar novamente.  A vacina aplicada até o momento (dose padrão) tem validade para a vida toda, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

“Vamos reforçar nossas estratégias para proteger a população contra a febre amarela, antecipando a imunização ao levar as vacinas para locais onde ainda não há circulação do vírus. A campanha complementa um trabalho incessante de monitoramento e prevenção que temos desenvolvido nos dois últimos anos”, destaca o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

A campanha também prevê a oferta de 1,5 milhão de doses convencionais, que serão disponibilizadas para crianças com idade entre nove meses e dois anos incompletos, pessoas que viajarão para países com exigência da vacina, grávidas residentes em áreas de riscoe portadores de doenças crônicas – como diabéticos, cardiopatas e renais crônicos, por exemplo.

Deverão consultar o médico sobre a necessidade da vacina os portadores de HIV positivo, pacientes com tratamento quimioterápico concluído, transplantados, hemofílicos ou pessoas com doenças do sangue e de doença falciforme.

Não há indicação de imunização para grávidas que morem em locais sem recomendação para vacina, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e imunodeprimidos, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (como por exemplo Lúpus e Artrite Reumatoide). Em caso de dúvida, é fundamental consultar o médico.

Nas demais áreas do Estado de São Paulo onde já há vacinação em razão da circulação do vírus a imunização seguirá com a vacina plena.

Municípios com vacinação total do território

Município População-alvo
RIBEIRÃO PIRES 114.312
RIO GRANDE DA SERRA 44.959

Municípios com vacinação parcial do território

Município População-alvo
DIADEMA 120.000
MAUÁ 127.000
SANTO ANDRÉ 204.000
SÃO BERNARDO DO CAMPO 259.000

PTC quer Amigão D’orto candidato a deputado Federal.

Não é de agora que o atual presidente estadual do PTC, Ciro Moura assedia o vereador ribeirãopirense Amigão D’orto para ser candidato nas eleições de 2018.

Segundo informações “já foi oferecido inclusive cargo – no início do ano de 2017 – no diretório estadual para acomodar o edil”. Segundo o diretório petecista de São Paulo, o vereador amigão D’orto é bem visto pela sigla, tanto que a alta direção do partido já articula lideranças em pelo menos 40 municípios para alavancar a candidatura.

Animado com a possibilidade, Amigão Dórto confirma a sua disposição para disputar uma vaga a deputado federal. “Disputar uma vaga na Câmara Federal é um grande desafio e não descarto essa possibilidade. As cidades do ABC estão carentes de políticos que encaminhem recursos e ajudem a alavancar a região. Nossas cidades passam por grandes dificuldades por falta de recursos e apoio técnico. Nossa saúde passa por grandes dificuldades. Venho sendo procurado por diversas lideranças da região para que seja lançada a minha candidatura a deputado federal. Caso eu venha a ser candidato nestas eleições será para ajudar Ribeirão Pires e toda a região do ABC”, disse o vereado amigão D’orto.

Segundo ainda informou Amigão D’orto, “daqui até o dia 05 de agosto que é data limite para as Convenções partidárias que encolhem os candidatos, algumas reuniões serão feitas por toda a região do ABC”.

Conforme o calendário eleitoral apresentado pelo Tribunal Superior eleitoral (TSE) para as eleições de 2018, fica estipulado o dia 15 de agosto o último dia para o registro de todas as candidaturas. No dia 16 de agosto, passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na Internet, entre outras formas.

Já a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão terá início em 31 de agosto (37 dias antes das eleições) e término previsto para o dia 4 de outubro. Nas eleições de 2018, o período foi reduzido de 45 para 35 dias.

10ª Feira de Oratórios e Presépios de Paranapiacaba será nos dias 9 e 10 de dezembro.

Atividade terá feira de artesanatos natalinos no Antigo Mercado e atrações culturais

A Vila de Paranapiacaba recebe nos próximos dias 9 e 10 de dezembro a 10ª edição da Feira de Oratórios e Presépios. Nos dois dias, das 10h às 17h, o público poderá conferir a feira de produtos natalinos no Antigo Mercado, além de série de atrações do Encontro de Culturas Populares em diversos espaços da vila ferroviária de Santo André.

O evento, organizado pelo Coletivo FOPP, composto por artistas e moradores da Vila e do Grande ABCDMR, tem como principal objetivo o intercâmbio e a apresentação e comercialização de seus trabalhos.

Além feira no Antigo Mercado, a programação deste ano terá entre outras atrações, Luiz Carcará – Benditos e Folias, e Leandro Amadeus e Banda. A FOPP é uma ação do projeto Santo André Múltiplos Tons.

Ribeirão Pires restabelece iluminação em trevos da Tibiriçá.

Com apoio do DER e da Polícia Rodoviária, acesso às Avenidas Kaethe Richers e Santo André estarão mais seguras com a visibilidade melhorada aos motoristas

Os motoristas que utilizam a Rodovia Índio Tibiriçá, que corta o município de Ribeirão Pires, poderão notar nos próximos dias uma mudança significativa nos trevos que dão acesso à Avenida Kaethe Richers e à Avenida Santo André. Os dois trevos estão recebendo manutenção na iluminação para ampliar a visibilidade.

Com o apoio do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) – responsável pela via – e da Polícia Rodoviária, equipes da Secretaria de Infraestrutura Urbana acompanharam a troca de lâmpadas nesta quinta-feira (13). O prefeito da cidade, Adler Teixeira – Kiko, também acompanhou parte da intervenção.

“Nosso objetivo é melhorar a segurança para os moradores e visitantes que utilizam a Rodovia Índio Tibiriçá e passam por esses acessos. Mais iluminação em nossa estrada significa mais segurança para todos”, declarou o Prefeito Kiko.

Mais melhorias

Os moradores das ruas Sixto Pelegrini e Zulmira Della Ricca estão comemorando nova conquista para a região. O “escadão” do Morro São José recebeu manutenção, na última semana, que garantiu iluminação pública, uma antiga solicitação da população para melhorar a segurança no local.

O secretário de Infraestrutura Urbana, Diogo Manera, explicou que a manutenção foi pensada justamente para beneficiar os moradores que utilizam a passagem durante a noite. “Conversamos com a população que nos contou que há mais de 20 anos solicitavam reparos na rede elétrica para propiciar iluminação”, detalhou Manera.

Segundo a moradora Maria José Macedo, de 78 anos, esse período de falta de manutenção foi preocupante. “Minha filha chega tarde da faculdade e eu sempre estava preocupada com esse trecho do caminho onde não tinha iluminação. Passamos, durante todo esse tempo, solicitando reparos, mas justificavam que para refazer a ligação era difícil. Finalmente fomos atendidos”, celebrou a munícipe.

Barbárie: Professora agredida por aluno está internada em Santo André.

381nuiz38x_9ha3ebhot6_file

Um aluno agrediu uma professora na Escola Estadual República da Nicaraguá, localizada na divisa de Santo André com São Paulo, no período de aula da manhã, nesta última quarta-feira, 23 de novembro.

De acordo com informações da secretaria de Educação do Estado de São Paulo, a briga entre aluno e professor começou em razão de uma nota baixa dada ao aluno.

O aluno estava sentado em uma cadeira e colocou a perna no caminho da professora, que passava ao seu lado. Ela tropeçou, caiu e bateu a cabeça.

Segundo funcionários da escola, a professora teve tontura, sentiu enjoo e chegou a ter convulsões por conta da pancada. Ela ficou internada em observação no Hospital e Maternidade Brasil, em Santo André. A Ronda Escolar e a mãe do estudante foram chamados ao local.

A Secretaria de Educação também informou que o aluno mora sozinho e que o Conselho Tutelar já havia sido acionado em outra ocasião para verificar a situação do estudante. A direção da escola vai reunir, nos próximos dias, o Conselho Escolar para definir as medidas que serão tomadas em relação ao aluno.

Violência de cada dia. por *Dom Pedro Cipollini.

Dom Pedro Carlos Cipollini

O que significa progresso econômico e científico diante da perda inútil de tantas vidas, vítimas da violência, na maioria das vezes impune?

Muitos até chegam à conclusão quase óbvia: ou acabamos com a violência ou ela acabará conosco. Mais do que nunca é necessário educar para a paz.

Na realidade, em geral, somos educados para a desconfiança, acusação e suspeita. Não conseguimos entender o que o outro diz, porque não o ouvimos. Não ouvindo, não há diálogo, em consequência não há entendimento, e assim estouram conflitos que colocam todos contra todos.

A miséria, tanto material como moral, a insegurança, o desamor, a decepção com a vida e consigo mesmo, estão na raiz da violência. A sociedade muitas vezes consegue propor somente o gozo e a posse de bens, isto como valores pelos quais lutar. Assim, a competição pela posse de bens materiais torna a busca do dinheiro o valor supremo. Indica-se, todos os meios são válidos para se conseguir o fim. Os jovens, principalmente, sentindo o vazio existencial e a falta de perspectivas do futuro vão atrás de dinheiro, fama, poder, sexo e drogas, pensando que aí está a felicidade. É quando a decepção torna as pessoas violentas.

O mito de que nós brasileiros somos um povo pacífico, não se sustenta. Morrem mais pessoas, vítimas da violência no Brasil do que no Oriente Médio, que é zona declarada de conflito. E não seria violento um país rico como o nosso, que precisa fazer campanha contra a fome? A fome é uma forma refinada de violência em um país exportador de alimento como o nosso. Os seres humanos desejam a paz. As pessoas tem um ideal de vida, mesmo que em nível inconsciente, de paz e harmonia. Os seres humanos compartilham valores básicos, universais, entre eles a paz. Poderíamos até dizer que, o instinto de sobrevivência em seres inteligentes, de forma privilegiada os humanos, exige a paz em primeiro lugar. A estratégia da guerra preventiva é própria de animais predadores que vivem da caça. Todas as religiões e sábios, de todos os tempos, atestam que o ser humano foi feito para viver em paz e pode fazê-lo.

Em tempos de violência somos mais do que nunca convidados a falar de paz. Falar de paz para podermos compreender o valor de se criar uma cultura de paz. A violência tem parentesco com o medo e não é remédio para nada, ela é o oposto da justiça.

Precisamos mobilizar todas as pessoas de boa vontade, para divulgarem a ideia de que a paz é necessária e é fruto da solidariedade que constrói uma sociedade mais justa e fraterna, onde a última palavra é a favor da vida para todos, não da supremacia do dinheiro e do lucro sobre as pessoas.

Assim que sejamos pessoas de paz. Que possamos debelar a violência que se manifesta, às vezes em nossos gestos, em uma frase talvez, e até mesmo no tom da voz. O cristianismo propõe à sociedade no Natal que se aproxima, este momento de reflexão sobre a paz, porque crê que a paz, é possível, e que esta vencerá no final. É muito maior o que nos une como cidadãos da humanidade do que o que nos desune. A paz é possível!

*Dom Pedro Cipollini – Bispo de Santo André

Rosângela Silva morre 11 dias após ser vitimada por 5 tiros.

rosangela Silva

Após 11 dias internada no Hospital Mário Covas, faleceu na manhã desta quinta-feira (28), Rosângela Pereira da Silva, de 38 anos. Rosângela foi vitima de 5 disparos de arma de fogo em frente a sua residência no Jardim Alvorada enquanto estacionava seu carro por desconhecidos.

Testemunhas informam que o bárbaro crime que ocorreu no dia 17 deste mês teve a autoria de três indivíduos que rondavam pelas proximidades – na mesma data – a bordo de um Fiat Uno de cor prata.

16º Festival de Inverno de Paranapiacaba será nos dias 30 e 31/07, e 6 e 7/8 de agosto.

82644d3aca4f75c859b178d381b099c3_LO tradicional Festival de Inverno de Paranapiacaba chega à 16ª edição. Neste ano a ocupação cultural da vila será realizada nos dias 30 e 31 de julho, e 6 e 7 de agosto. A programação contará com atrações musicais da região como Flávio Bala, Gó do Trombone, além de apresentações de Edvaldo Santana e da Orquestra Sinfônica de Santo André, entre outros. Estão previstas ainda exibição de filmes, exposições e a feira de artes e antiguidades. O público terá a oportunidade de conferir também alguns dos espaços locais restaurados. Confira abaixo a programação.

Como nas últimas edições, neste ano uma das preocupações do evento será destacar o patrimônio local. A vila ferroviária de Santo André é considerada patrimônio histórico em nível federal, estadual e municipal. Por conta disso, foi selecionada como uma dos locais para receber recursos do PAC Cidades Históricas para restauros.

O secretário de Gestão de Recursos Naturais de Paranapiacaba, Ricardo Di Giorgio, lembra que, por conta dos restauros, alguns espaços não serão utilizados, como a área próxima à Garagem das Locomotivas e o Galpão das oficinas.

Estrutura – Neste ano os shows acontecerão no Clube União Lyra-Serrano e no palco do Mercado. A programação, nos sábados, será das 11h às 20h, e aos domingos das 11h às 19h. O estacionamento funcionará numa área da rodovia próxima à Vila. De lá, haverá transporte regular de ônibus de ida e volta. Quem preferir poderá ir de ônibus, que sai do Terminal Tersa, ou da estação de Rio Grande da Serra da CPTM. O serviço de alimentação funcionará nos estabelecimentos da vila e com prestadores de serviço. Haverá reforço no esquema de segurança e de atendimento de saúde.

PDT de São Caetano promove encontro com dirigentes da sigla na região.

encontro PDT
O diretório do PDT de São Caetano do Sul  organizou na manhã da última quinta-feira (23), um encontro com os líderes da sigla da região do ABC, com intuito de fortalecer o partido nas sete cidades.
O encontro ocorreu numa padaria tradicional da cidade e recebeu os dirigentes: Cláudio Lourenço de Mauá,  Sivaldo Pereira de Santo André, Gilvan Mendonça de Rio Grande da Serra, Rubens Gomes e Edgar Nobrega de São Caetano do Sul, além da presença do Secretário Geral do partido, Lúcio Maluf e de pré-candidatos da região.
encontro PDT 2
Para Rubens Gomes, presidente do PDT sancaetanense, o encontro serviu para construir um partido forte na região. “Estamos felizes em ajudar a construir este novo momento do PDT de São Caetano e do ABC”, destacou.
Lúcio Maluf fez questão de reforçar o resgate da história do partido. “A força regional demonstrada nessa reunião contribui para estreitarmos laços e é resgatarmos a história do PDT”, enfatizou o secretário geral.

Exposição de Mário de Andrade estará no Sesc Santo André gratuitamente.

mario de andradeO Sesc Santo André receberá gratuitamente a exposição Mário de Andrade: Etnógrafo-Fotógrafo-Poetado dia 29 de junho a 25 de setembro. A mostra é composta por fotografias que representam a arquitetura, o homem, a paisagem e a cultura do norte do país, capturadas por Mário de Andrade durante a viagem realizada em 1927, com imagens também do nordeste, de 1927 e 1929.

As fotografias do artista e poeta demonstram seu empenho em transmitir, por meio de elementos plásticos, a cultura que Mário vivenciou, e cada imagem conta com títulos e legendas, com anotações do fotógrafo-poeta. Livre. Gratuito. Telefone: 4469-1200

Mário de Andrade: Etnógrafo-Fotógrafo-Poeta
Abertura 29/06, às 20h
De 30 de junho a 25 de setembro de 2016
Das 10h às 21h30, às terças, quartas, quintas e sextas-feiras
Das 10h às 18h30, aos sábados e domingos
Entrada franca
Classificação indicativa: Livre.

Operação Lava jato cumpre prisões em Santo André.

images-cms-image-000489678

O juiz Sergio Moro, que conduz a Operação Lava Jato, deflagrou nesta sexta-feira a 27ª fase, batizada como Carbono 14.

Foram presos Silvio Pereira, conhecido como Silvinho, que já foi secretário-geral do PT, assim como o empresário Ronan Maria Pinto, acusado de chantagear o Partido dos Trabalhadores no caso da morte do ex-prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel.

Também foram levados para depor, de forma coercitiva, o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, e o jornalista Breno Altman, editor do site Opera Mundi.

O juiz Sergio Moro investiga se empréstimo do Banco Schahin para o pecuarista José Carlos Bumlai tem relação com a morte do ex-prefeito.

Leia abaixo reportagem de Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil sobre o assunto:

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de hoje (1º) a 27ª fase da Operação Lava Jato para investigar a prática dos crimes de extorsão, falsidade ideológica, fraude, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

Nesta fase, denominada Operação Carbono 14, estão sendo cumpridas 12 ordens judiciais: três mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva em São Paulo (SP), um mandado de busca e apreensão e um de prisão temporária em Carapicuíba (SP), um mandado de busca e apreensão em Osasco (SP) e três mandados de busca e apreensão, além de um de prisão temporária em Santo André (SP).

Cinquenta policiais estão envolvidos nesta operação. Os presos serão encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, enquanto aqueles conduzidos para depoimentos serão ouvidos na cidade de São Paulo.

Esta fase foi chamada de Operação Carbono 14 em referência a procedimentos usados pela ciência para a datação de itens e a investigação de fatos antigos. Às 10h, a PF dará entrevista coletiva em Curitiba para dar detalhes da operação.