Arquivos de Tag: sonho

Brasileiros querem juntar dinheiro em 2018, aponta pesquisa do SPC Brasil.

A grande meta dos brasileiros para 2018 é juntar dinheiro, diz pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Quase metade dos brasileiros entrevistados na pesquisa (45%) disse que pretende juntar dinheiro este ano ou sair do vermelho (27%).

Mais da metade dos brasileiros entrevistados (54% do total) disse ainda estar mais otimista com o cenário econômico para este ano e 58% acreditam que sua vida financeira será melhor. Apesar disso, a nota média dada pelo brasileiro para sua expectativa da economia, entre 1 e 10, foi 5,7. A pesquisa mostra que 13% acreditam que a situação da economia vai piorar em 2018 e 19% acham que o cenário econômico este ano será igual ao de 2017.

Para o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro, a insegurança de parte dos brasileiros pode ser explicada por uma combinação de fatores. “De um lado, o cenário de incerteza em relação a eleição presidencial que se aproxima, com alto grau de imprevisibilidade e que também afeta a percepção do mercado; do outro, a lentidão do país para superar os obstáculos que impedem a retomada da atividade econômica, situação agravada pelos níveis de desemprego ainda elevados”, explicou.

Entre os principais medos para 2018 estão problemas de saúde (40%), ser vítima de violência ou de assalto (32%) e não conseguir pagar as dívidas (31%). Já o maior problema do país a ser resolvido neste novo ano está a corrupção, que foi lembrada por 86% do total dos entrevistados, seguida pela crise econômica (61%), a violência (58%), a saúde (47%), a educação (41%) e o desemprego (37%).

2017

Para a maioria dos brasileiros, a vida financeira piorou em 2017 (apontada por 55% dos entrevistados). Segundo a pesquisa, 85% tiveram que fazer cortes ou ajustes no orçamento no ano passado, cortando principalmente as refeições fora de casa (63%), a compra de itens de vestuário, calçados e acessórios (56%) e os itens supérfluos de supermercado (49%).

Pela estimativa do SPC Brasil, 59,9 milhões de pessoas tiveram seu nome negativado no ano passado. Entre os consumidores que ficaram com o nome sujo ao longo de 2017 (17%), 81% possuem parcelas no cartão de crédito pendentes, 69% estão com dívidas vencidas no cartão de lojas e 67% com parcelas pendentes em carnês ou boletos. Em média, o valor total da dívida em atraso somou R$ 3.902.

E 74% disseram ainda que conseguiram realizar pelo menos um projeto esperado para 2017, sendo que entre as metas estiveram o cuidado com a saúde (24%), ter mais tempo livre (15%) e poupar dinheiro (13%).

Saulo Benevides frustra e adia sonho de moradia popular

foto_2

Prefeito Saulo Benevides anunciando o sonho da moradia para a população

Previstas inicialmente para serem entregues neste ano, as obras de 560 unidades habitacionais em terreno localizado na Rua dos Manacás, no Parque Aliança, em Ribeirão Pires, ainda não saíram do papel. Apresentado para a população em abril de 2014, o projeto sequer tem autorização da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) para iniciar as intervenções no local.

20164149254

Imagem do local, por DGAB

No terreno onde serão erguidas as unidades habitacionais, até a placa que informava os moradores sobre o projeto foi retirada.

Informações do Paço afirmam aguardar retorno da Cetesb para dar encaminhamento no projeto. Isso porque a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação da cidade protocolou junto ao órgão, no início do mês passado, pedido de licença prévia para enquadramento em Pris (Programa de Recuperação de Interesse Social) e posterior aprovação do empreendimento de interesse social pela Graprohab (Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais do Estado de São Paulo). A expectativa é que a Cetesb faça o deferimento do documento até o fim deste mês.

Ainda em 24 de janeiro de 2015, em evento que reuniu aproximadamente 1.500 pessoas na Avenida dos Manacás, s/nº, no Jardim Serrano, o prefeito Saulo Benevides (PMDB) informou aos presentes que “Em janeiro de 2014 foi feito o Chamamento Público para as construtoras apresentarem os projetos e a empresa Cronacon venceu a licitação, sendo homologada em abril de 2014 pela Caixa Econômica Federal. O empreendimento, em uma área de 72.554 m2, terá 25 torres, no total de 580 apartamentos, divididos em dois condomínios. Cada apartamento de 54 metros de área total, terá dois quartos, sala, cozinha, banheiro e varanda, além de estacionamento, portaria, salão de festas e playground. Neste empreendimento, 100 apartamentos, todos no andar térreo, serão destinados a deficientes físicos e idosos e 34 apartamentos, em cumprimento à lei, já serão entregues com todos os requisitos de acessibilidade, como banheiros adaptados, barras de segurança e corrimões, por exemplo. Após a entrega dos apartamentos, a construtora Cronacon tem o compromisso de, por um ano e meio, desenvolver trabalho social junto aos moradores, sobre como viver bem em condomínios fechados, tratando temas como descarte de lixo, poluição sonora e utilização das áreas comuns, entre outros assuntos”.

Questionada sobre a demora para encaminhar a documentação para a Cetesb, a Prefeitura não se manifestou até o fechamento da edição. Blog Caso de Política comDGABC