Posts tagged with "´título eleitoral"

Gabriel Maranhão inaugura Posto Eleitoral itinerante em Rio Grande da Serra

Na tarde desta sexta-feira (26), o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão(Cidadania), inaugurou o posto eleitoral itinerante da 382ª Zona Eleitoral em Rio Grande da Serra. A ação é fruto de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), e visa auxiliar a população da cidade no cadastramento da biometria, obrigatório aos eleitores da região e que deve ser realizado até o dia 19/12/2019. O posto permanecerá no município até essa data. O não cadastramento acarretará no cancelamento do título de eleitor.

O evento de inauguração ocorreu no local onde o posto ficará instalado, na Rua do Progresso, nº 700, e contou com a presença da Juíza Eleitoral Dr.ª Maria Carolina Quintiliano e da Chefe de Cartório Ana Maria Lauer Carvalho, além dos Vereadores Toninho Correa e Zé Carlos, e Secretários Municipais.

“Agradeço o trabalho de todos os funcionários da Justiça Eleitoral, que fazem um belíssimo trabalho aqui em Rio Grande. É uma grande satisfação ter mais esta conquista em nossa Cidade. Certamente este posto eleitoral vai trazer muita comodidade para toda a população do Município”, disse Gabriel Maranhão.

TSE lança aplicativo para substituir título de eleitor em papel.

O brasileiro poderá a partir de agora dispensar o uso do título de eleitor em papel. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou hoje (1°) um aplicativo de celular que substitui a necessidade de portar o documento na hora de votar.

O e-título trará todas as informações que constam no papel e, para os eleitores que já fizeram o cadastramento biométrico – que inclui também foto –, bastará o celular para votar.

Para quem ainda não realizou a biometria, será necessário apresentar, além do aplicativo no celular, um documento com foto. Cerca de 47% dos 146,7 milhões de eleitores fizeram o cadastramento biométrico até o momento.

Para o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, a iniciativa representará economia de recursos públicos, uma vez que não será mais necessário, por exemplo, reimprimir todos os títulos de eleitores que mudaram de zona eleitoral para as próximas eleições.

“Tínhamos para isso [reimpressão de títulos] separados de R$ 200 milhões a R$ 230 milhões”, disse o ministro, dinheiro que, em boa parte, deve ser economizado, segundo ele.

De acordo com o TSE, o aplicativo que dispensa o uso do título foi desenvolvido sem a necessidade de compra de qualquer equipamento ou contratação de serviço externo. A Corte Eleitoral, no entanto, não especificou quanto do orçamento interno do tribunal foi alocado para o projeto.

O aplicativo foi uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Acre com o objetivo de evitar que moradores de localidades muito distantes tivessem de ir até o cartório eleitoral apenas para imprimir o título. Agora, bastará baixar o aplicativo, sendo obrigatório comparecer à sessão somente nos casos de primeiro registro.

O e-título está disponível para aparelhos que funcionam com o sistema operacional Android, na Play Store. A versão para iPhone, que utiliza o sistema iOS, poderá ser baixada em no máximo 10 dias, de acordo com o TSE. Ainda não há previsão de lançamento para outro sistemas operacionais.

Eleições 2016: prazo para tirar título de eleitor se encerra em 4 de maio.

títuloeleitoralcapa

Os cidadãos adultos e os jovens de 16 e 17 anos que pretendam votar nas eleições municipais de 2016 não devem deixar para a última hora para tirar seu título no cartório eleitoral ou solicitar transferência de município, em caso de mudança de localidade. Quem antecipar a ida ao cartório eleitoral poderá evitar as filas nos dias que antecedem o fechamento do cadastro de eleitores para o pleito deste ano. O prazo para alistamento eleitoral e transferência termina no dia 4 de maio.

Esta também é a data final para o eleitor que mudou de residência dentro do mesmo município pedir a alteração de endereço no seu título eleitoral. O prazo vale, ainda, para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicite sua transferência para uma seção eleitoral especial, a fim de que possa exercer o direito ao voto com mais tranquilidade e sem obstáculos de ordem urbana.

O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos e facultativos para os analfabetos, os maiores de 70 anos e os maiores de 16 e menores de 18 anos, conforme o artigo 14 da Constituição Federal. Pode se inscrever para votar o jovem que completar 16 anos até o dia da eleição, em 2 de outubro.

Documentos

Quem for tirar o título de eleitor pela primeira vez deve comparecer ao cartório eleitoral com documento de identificação com foto, comprovante de residência recente e comprovante de quitação militar para os homens. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o novo modelo de passaporte não são aceitos para efeito de inscrição eleitoral.

No caso de transferência, o cidadão deve levar o título de eleitor, comprovantes de votação ou de justificativa feita em eleições anteriores, documento de identificação e comprovante de residência recente.