Arquivos de Tag: Wagner Lima

Vila do Doce lota em dia de luta contra a Homofobia

Evento reuniu militantes e apoiadores da causa em Ribeirão Pires
A Vila do Doce, em Ribeirão Pires, ficou lotada para as atividades de visibilidade contra crimes praticados por Homofobia. No sábado, a comunidade LGBT se reuniu para expor os avanços do segmento, em especial a padronização do uso do nome social em órgãos públicos da região, e pedir por mais respeito e inclusão.
Ao centro, Wagner Lima, Coordenador do GAD ladeado pelos vereadores Amigão D’orto e Amaury Dias que organizaram na Câmara de vereadores Sessão Solene que debateu os direitos civis da comunidade GLBT
“Foi um evento importante, o grande número de pessoas e autoridades presentes ao evento, mostra que a sociedade vem mudando, buscando conhecer sobre o tema e dizer não a qualquer tipo de preconceito. Mas é preciso continuar lutando por direitos, infelizmente, o Brasil é o país que mais mata LGBT”, disse o presidente do GAD, Wagner Lima. A entidade mantém trabalho na região desde 2009.
O Festival de Combate à Homofobia é uma ação social de auxílio à população LGBT na luta pela igualdade e contra o preconceito, promovendo o respeito e o amor. O evento é realizado em parceria pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Participação, Acessibilidade e Inclusão Social, o Comads – Conselho Municipal de Atenção a Diversidade Sexual, a Arpa-LGBT – Associação Ribeirãopirense de Apoio LGBT e o GAD – Grupo de Apoio a Diversidade.
A programação contou com Anitta Cover, os Dj’s Click, Felipe Rosa, Mel Ravasio, Samantha Banks e Ivan Inácio e a apresentação especial da cantora Glória Groove.

Governo Maranhão lança pedra fundamental da sede do Corpo de Bombeiros.

Em mais uma ação positiva, o prefeito Gabriel Maranhão (sem partido), lançou na manhã deste sábado (19), a pedra fundamental que marca oficialmente o início da obra da futura sede do Corpo de Bombeiros em Rio Grande da Serra.

Por volta das 11:00 horas, o prefeito Gabriel Maranhão, acompanhado do deputado federal Alex Manente (PPS), de sua vice, Professora Marilza, do Presidente Executivo da Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM), Fernando Figueiredo, da Diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade, Marina Rocchi Martins Mattar, representantes do deputado Estevam Galvão (DEM), vereadores e secretários municipais se dirigiram até a avenida Jean Lieutaud, bairro Santa Tereza (ao lado do Teixeirão) para oficializar o início das obras da futura sede do Corpo de Bombeiros na cidade.

As tratativas com as indústrias tiveram a iniciativa do deputado federal Alex Manente (PPS), a pedido do prefeito Gabriel Maranhão. O deputado Federal Alex Manente é membro da Frente Parlamentar da Cadeia Produtiva do Setor Químico.

“hoje estamos dando o primeiro passo para a construção da base dos bombeiros na cidade que ajudará em diversos aspectos. Desde o acidente do dia a dia da cidade e termos aqui os resgates com maior rapidez, uma vez que a unidade mais próxima dos bombeiros fica a pelo menos 15 minutos. Outro ponto importante é o barateamento do seguro das empresas o que possibilitará a vinda de novas empresas com a consequente geração de novos empregos. Temos na região do ABC, um déficit muito grande de postos de trabalho”, disse o deputado.

O prefeito Gabriel Maranhão, visivelmente emocionado, fez um agradecimento especial ao presidente da ABIQUIM, Fernando Figueiredo, a Diretora Marina Rocchi Martins Mattar e ao deputado Alex Manente.

“Nossa cidade é a única da região do ABC que não possuía um posto do Corpo de Bombeiros, e é uma reivindicação antiga da população. Após a sua implantação, irá contribuir de forma decisiva na segurança da nossa cidade. Quero agradecer a todas as empresas envolvidas no projeto e principalmente ao deputado federal Alex Manente que foi quem intermediou a construção da sede dos Bombeiros para Rio Grande da Serra”, concluiu o prefeito.

Estiveram também presentes no ato, o prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, o ex-prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi, o ex-vice-prefeito Edinaldo de Menezes (Dedé da Folha), presidente do PPS de Ribeirão Pires e Wagner Lima, presidente do PPS de Rio Grande da Serra, dentre outras autoridades e lideranças políticas.

Prefeito Gabriel Maranhão concede entrevista e fala sobre sua gestão, perspectivas para a cidade e a sua expulsão do PSDB.

Nesta quinta-feira (26), o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (sem partido), concedeu entrevista a jornalistas dos principais veículos de comunicação do ABC. Dentre os assuntos abordados, estão um paralelo entre o seu primeiro e o atual mandato, obras de infraestrutura, sistema de saúde, educação, segurança pública, turismo dentre outros diversos temas relativos a comuna de Rio Grande da Serra.

Alternando questionamentos com o blog Caso de Política, esteve o Editor Chefe da Folha de Ribeirão Pires, Wagner Lima. A sabatina ocorreu há 6 dias antes da data que comemora os 54 anos de emancipação política do município.

Demandado a traçar um comparativo de sua gestão passada com a atual e sobre o que o gestor projeta até o final de sua gestão. Maranhão em resposta, disse que em seu primeiro mandato cuidou da infraestrutura urbana, planejando, projetando, organizando e articulando questões importantes para Rio Grande da Serra e que nesse seu segundo mandato, o objetivo é cuidar da juventude citando o Projeto Guri, o teatro municipal, diversas atividades esportivas desenvolvidas, biblioteca pública, dentre outras ações em andamento e outras a serem efetivadas.

Seguindo ainda na questão da criança e juventude, foi mencionado ainda, a nova creche municipal que está sendo conclusa.

“Estaremos em breve entregando a creche da Vila São João, onde estive lá esses dias numa reunião muito emocionante e que atenderá 160 crianças dividas em dois períodos. Será uma creche modelo com adaptações para acessibilidade, elevador, espaço de lazer e uma série de inovações”.

Sobre a aprovação de contas pela Câmara Municipal na quarta-feira (25), o alcaide agradeceu aos vereadores pelo apoio. “Agradeço a aprovação pela maioria dos vereadores! Quero dizer que nem sempre a relação do prefeito com os vereadores é tão harmônica, muitas vezes é calorosa, mas eu entendo as atitudes porque o vereador tem a obrigação de ouvir a população. Quanto as contas eu tive que optar entre pagar precatórios ou realizar projetos de interesse da população. Nas contas de 2014 houve alguns apontamentos, mas em momento algum foi dito que houve dolo. Fiz o que deveria ser feito a exemplo Casa encantada e a biblioteca”.

O jornalista Wagner Lima, em sua participação, apresentou dados apurados em uma enquete recentemente realizada, em que o setor de obras aparece como ponto de maior destaque no Governo Gabriel Maranhão.

Ao longo da entrevista, o prefeito Maranhão falou ainda sobre o Festival do Cambuci, festejos do aniversário da cidade, sobre a sua polêmica expulsão do PSDB, a instalação do Corpo de Bombeiros e outros temas relevantes para o município.

Acompanhe abaixo, a íntegra da entrevista

Palestra na ETEC de Rio Grande debateu as minorias sociais no mercado de trabalho.

ETEC de Rio Grande da Serra debateu debateu as minorias sociais no mercado de trabalho

Ministrada pelo jornalista e militante do Grupo de Apoio a Diversidade (GAD), Wagner Lima, a ETEC de Rio Grande da Serra recebeu na noite desta segunda-feira a palestra “Minorias Sociais no mercado de Trabalho.

No auditório, que teve boa presença de alunos da unidade de ensino, o palestrante explicou o que são minorias sociais, as razões e motivos da exclusão, além de apresentar dados sobre grupos étnicos, religiosos, de gênero, de sexualidade, linguísticos, físicos e culturais.

“As minorias recebem quase sempre um tratamento discriminatório por parte da maioria e que de algum modo e em algum setor das relações sociais se encontra numa situação de dependência ou desvantagem em relação a um outro grupo”, disse Lima.

Na palestra, com base em levantamento feito por diversos órgãos governamentais e Ong´s respeitadas, foi apresentado na oportunidade a realidade de mulheres, negros e GLBT’s diante o mercado de trabalho.

“Mesmo representando 52,3% da população em idade ativa, as mulheres são apenas 43,3% da população economicamente ativa. A taxa de formalização (com carteira assinada) é mais baixa para as mulheres (71,1%) do que para os homens (76,8%)”, argumentou. Na continuidade Wagner Lima disse que os negros ocupam apenas 6,3% de cargos na gerência e 4,7% no quadro executivo, embora representem mais da metade da população brasileira. Mulheres negras, em comparação aos homens, preenchem apenas 1,6% das posições na gerência e 0,4% no quadro executivo. Em 2015, um negro passou a ganhar pouco mais da metade dos rendimentos de um branco (59%)”.

Com relação ao LGBT’s, o ativista expôs que “quase 20% das empresas brasileiras, pesquisadas pelo IBGE disseram ter restrições na contratação de LGBT’s. 61% dos profissionais LGBT brasileiros escondem sua orientação no trabalho e que aproximadamente 82% das mulheres transexuais e travestis abandonam o ensino médio entre os 14 e os 18 anos em função da discriminação na escola e da falta de apoio familiar”.

Alguns questionamentos foram propostos durante a palestra.

Quais os motivos que levam essa parcela da população sofrer discriminação?

O que fazer para mudar toda essa realidade?

Segundo Wagner Lima, “A única saída para este tipo de exclusão e injustiça, é incluir, respeitar, igualar direitos e combater o preconceito”.

O professor de Ética na ETEC de Rio Grande da Serra, Amaury Dias em sua página nas redes sociais parabenizou pela realização da palestra.

“Hoje tive o prazer de receber na ETEC de Rio Grande da Serra para ministrar a palestra MINORIAS SOCIAIS NO MERCADO DE TRABALHO meu amigo Wagner Lima. Agradeço em nome da direção e de toda a comunidade escolar por ter aceito nosso convite prontamente. Tenho certeza que a palestra ministrada irá contribuir e muito para o crescimento profissional dos alunos e os tornarem melhores cidadãos. Muito obrigado!”

Professora é acionada na secretaria de Justiça do Estado e um segundo processo deverá ser aberto por crime de ódio e discriminação.

A professora Bárbara de Souza Machado que ocupou a Tribuna da Câmara Municipal de ribeirão Pires na última quinta-feira (29), foi acionada na secretaria de Justiça do estado e pode responder pelo crime de homofobia, incitação ao ódio e discriminação.

A informação parte do coordenador do Grupo de Apoio a Diversidade (GAD), Wagner Lima.Segundo disse Lima, ele nunca se sentiu tão ofendido com as palavras proferidas por essa senhora que se diz Pedagoga e que a mesma deverá dar explicações as autoridades competentes.

“Levamos o fato para Justiça e ao conhecimento das autoridades da Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo. Um absurdo a Câmara de Vereadores de Ribeirão Pires permitir tamanha ofensa, ainda mais, o convite partindo de um parlamentar, que em anos anteriores utilizou a Tribuna da Casa para enfatizar o seu respeito e compromisso com os direitos de todos os cidadãos, em especial o LGBT. Me sinto triste, ofendido e envergonhado pelo ocorrido, mas certo que em breve essa senhora será chamada aos tribunais para se explicar e provar o que disse. A Casa de Leis, espero que cumpra o seu papel e formalize a Comissão de Ética para analisar a postura do parlamentar, que se não concordou com as falas, se omitiu a pregar o respeito a “família” que sua crença prega como certa. O fato de se omitir, já caracteriza quebra do decoro parlamentar. Nós não deixaremos esse fato passar batido, tenham certeza disso. Desculpe o desabafo, respeitar as opiniões e posições é parte primordial da democracia, agora, propagar mentiras e o ódio e crime!”, argumentou.

O parlamentar citado, refere-se a Silvino de Castro (PRB) que na condição de líder do governo Kiko deveria prezar pelo respeito e alinhamento a ações do executivo municipal que valoriza e recentemente empossou os integrantes do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual (COMADS).

Num outro processo que deverá ser aberto, está o Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual (COMADS).

Conforme relatou ao blog Caso de Política, o presidente, Rafael Ventura, “Bárbara passou dos limites em suas falas, após começar a dar suas opiniões sobre a Ideologia de Gênero”.

“Foi realizada uma sessão ordinária do COMADS que repudiou a atitude. É extremamente triste ver que esse tipo de pessoa, ainda tenha o espaço para disseminar ódio e a discriminação. Para mim, uma pessoa como essa é desequilibrada, não existe outra explicação para odiar tanto alguém que você nem conhece, apenas por ser ou pensar diferente de você”, lamentou o presidente Rafael Ventura.

Para ler a matéria publica por este blog clique aqui e para saber sobre o andamento da Base Nacional Comum Curricular posta aqui, clique aqui.

Câmara de Ribeirão Pires sedia sessão solene pelo Dia Municipal de Combate a Homofobia.

DSC_0222     O Grupo de Apoio a Diversidade (GAD), realizou na noite da última terça-feira (24), na Câmara de Vereadores de Ribeirão Pires, sessão solene em comemoração ao Dia Municipal de Combate a Homofobia. No evento, foram homenageados artistas, personalidades, militantes, autoridades militares e da polícia judiciária, veículos de comunicação que de alguma forma contribuíram com o movimento GLBT da região.

DSC_0322

“Foi uma noite perfeita. Com a presença de pessoas livres de preconceitos e de discriminações, que lutam e fazem dessa luta o seu dia-a-dia. Pudemos realizar uma sessão solene onde prevaleceu a igualdade”, comemorou o coordenador da entidade, Wagner Lima.

DSC_0239

A sessão solene contou com as ilustres presenças do ex-senador da República, Eduardo Suplicy, da vice-prefeita de Ribeirão Pires, Leonice Moura e foi presidida pela vereadora Berê do Posto.

Segundo o autor da lei nº 5.824/2014 que instituiu o Dia Municipal de Combate a Homofobia, vereador Eduardo Nogueira, ‘a data serve para a reflexão de que não há diferenças entre pessoas, independentemente de seus credos, ideologias e opção sexual’.

DSC_0307

“Quando propus a lei na câmara pensamos em atender a um segmento social organizado na cidade que muitas vezes é discriminada. Na nossa atualidade não cabe mais o preconceito. Os GLBT’s são pessoas inseridas nos mais diversos setores produtivos e sociais. Quero com essa minha pequena contribuição, proporcionar condições de aproximação das pessoas com mais tolerância, respeito e compreensão”, disse.

DSC_0484

O momento mais esperado foi o discurso de Eduardo Suplicy, que com sua maneira simples e didática, – sob um silêncio ensurdecedor – deu testemunhos de respeito à pessoa humana e solicitação de amor aos seus semelhantes indiscriminadamente.

DSC_0495

Suplicy interpretou – à capela – o clássico do Hip-Hop “Um homem na estrada” dos Racionais MC’s e ainda prestou homenagem ao cantor Bob Dylan pela passagem de seus 75 anos.

Grupo de Apoio a Diversidade fala sobre ações de combate a homofobia.

_DSC8562

Através de um convite a imprensa, o Grupo de Apoio a Diversidade (GAD) apresentou algumas ações desenvolvidas em Ribeirão Pires e outras cidades da região do ABC contra a descriminação da comunidade GLBT.

Segundo o coordenador do movimento na região, Wagner Lima ‘existem avanços importantes a serem comemorados, mas ainda há acentuada discriminação’.

“Ao longo de nossas atividades junto ao GAD podemos comemorar a implantação do dia Internacional de combate, bem como inciativa do vereador Eduardo Nogueira que através de luta por igualdade de minorias sociais como negros, mulheres, incluiu em sua pauta a causa de igualdade civil aos homossexuais”, disse.

Presente ao evento, o secretário municipal de Política Comunitária e Institucional (SPCI), Raphael Lopes de Souza disse que a administração municipal é apoiadora de todas as causas justas e que garantam direitos sociais.

“Quando assumi a pasta, recebi orientação do executivo para que eu organizasse canal direto de diálogo com a sociedade. No momento estamos organizando a documentação para a criação de órgão colegiado de representação de gênero. Trabalhamos em cima de demandas e por políticas públicas que garantam direitos a cidadãos indistintamente, argumentou Raphael.

O GAD organiza para o dia 24 próximo, sessão solene para conscientização e homenagem a entidades e pessoas que colaboram para o efetivo combate a homofobia.