Termina nesta quarta-feira (04) o prazo para tirar e transferir título de eleitor.

_DSC8317

Os cidadãos adultos e os jovens de 16 anos não devem deixar para a última hora para tirar seu título no cartório eleitoral ou solicitar transferência de município, em caso de mudança de localidade. O prazo para alistamento eleitoral e transferência termina no dia 4 de maio.

Segundo informou ao “Blog Caso de Política“, a Chefe do Cartório Eleitoral de Ribeirão Pires, Miositis Leal, “todos aqueles que desejam tirar o seu título eleitoral, deverá se dirigir ao cartório eleitoral munidos de documento de identificação com foto, comprovante de residência recente e comprovante de quitação militar para os homens. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o novo modelo de passaporte não são aceitos para efeito de inscrição eleitoral. No caso de transferência, o cidadão deve levar o título de eleitor, comprovantes de votação ou de justificativa feita em eleições anteriores, documento de identificação e comprovante de residência recente”, esclareceu Miositis.

Outro ponto importante levantado pela cartorária, refere-se ao cadastramento ‘biométrico’.

“Muitas pessoas estão se dirigindo desnecessariamente ao Cartório para fazer o cadastramento biométrico. Solicito gentilmente que esses cidadãos eleitores que aguardem a passagem desse período eleitoral uma vez que o período de cadastramento biométrico obrigatório vai até abril de 2018. Peço que aguardem mais um pouco para que possamos atender nessa reta final os solicitantes de novos títulos e também as transferências de domicílio eleitoral”, disse a chefe do cartório.

As duas unidades da Justiça Eleitoral de Ribeirão Pires atende das 8 da manhã até às 18 da tarde não sendo necessário agendamento, devendo somente aguardar a ordem de chamada.

O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos e facultativos para os analfabetos, maiores de 70 anos e os maiores de 16 e menores de 18 anos. Pode se inscrever para votar o jovem que completar 16 anos até o dia da eleição, em 2 de outubro.

Deixe uma resposta