Vanessa Damo recebe cargo de comando no Governo Federal.

TEMER-E-VANESSA-DAMO

A ex-deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) foi escolhida pelo presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), para ser a nova superintendente do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis) em São Paulo.

Vanessa substituirá Murilo Reple Penteado Rocha, que estava no cargo desde 2013. De acordo com o Portal da Transparência do governo federal, a remuneração para este cargo é de R$ 17,5 mil. O salário que Vanessa recebia como deputada estadual era de R$ 25,3 mil.

O nome de Vanessa já aparece no site oficial do Ibama como nova superintendente do órgão no estado de São Paulo. O Ibama é subordinado ao Ministério do Meio Ambiente, que é comandado por Sarney Filho (PV).

Procurada pelo RD, a ex-parlamentar se pronunciou através de nota: “Fico muito honrada pelo convite do Presidente Michel Temer para assumir um cargo de grande relevância no Governo Federal. Tenho especialização técnica na área, pois possuo MBA Internacional em Gestão Ambiental e atuei como parlamentar com projetos de grande relevância na área do meio-ambiente. Pela primeira vez na minha vida pública, vou poder exercer um cargo executivo. Me sinto muito preparada e motivada para este novo desafio. Sei que vou dar o melhor de mim para desenvolver um grande trabalho frente ao IBAMA e honrar a escolha do presidente  Michel Temer, que mais uma vez, valoriza a região do Grande ABC com sua sensibilidade, respeito e espírito público”.

Nome de Vanessa já aparece como nova superintendente do Ibama no site do órgão

Sem mandato

Vanessa perdeu a cadeira de deputada estadual em maio deste ano, depois de ter sido cassada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Eleita em 2014 para o terceiro mandato na Assembleia Legislativa, foi declarada inelegível, ficando impedida de se candidatar a qualquer cargo público até 2020.

A condenação tem como origem a distribuição de um jornal apócrifo (sem autor identificado) durante a campanha de 2012. O material acusava Donisete Braga (PT), que foi adversário de Vanessa no segundo turno, de participação na morte do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel.

Em março, portanto antes mesmo de ser cassada, a ex-deputada desistiu de ser candidata a prefeita de Mauá e declarou apoio ao pré-candidato Átila Jacomussi (PSB). O marido de Vanessa e presidente do PMDB de Mauá, Júnior Orosco, será o vice de Jacomussi.

Uma resposta para Vanessa Damo recebe cargo de comando no Governo Federal.

  1. Eu quero que o MORO caía em cima deles vergonha nojo cada vez mais e mais….

Deixe uma resposta