Vereador Professor Fábio reassume e se diz vítima de perseguição


Ontem, (19/mar) o vereador Professor Fábio teve formalizada sua reinvestida no cargo de vereador em Formosa do Rio Preto. Em discurso, o edil metralhou pra todo lado, não poupando seus algozes. “Sou vítima de tiranos em verdadeiro tribunal ditatorial presidido pelo presidente da casa”. “Eu só exerço uma atividade além da vereança, por isso eu voltei, agora pra ficar, porque aqui, aqui é o meu lugar”.
Professor Fábio, com sentimento de “perseguido político”, acusou a assessoria jurídica da casa de serem displicentes desconhecedores. “Não observaram a constituição de nosso país. Qualquer estudante de direito deveria saber dessas questões básicas”, vitimou-se.
Vereador Fábio repudiou a representação da APLB, que a seu ver foi formulada de forma incoerente e inconsistente, baseado somente em suposições. Como franco atirador, o vereador disparou: “A diretora da entidade (Janete Serpa) sempre utilizou da entidade sindical para ocultar suas posições ideológicas, manobrando trabalhadores para movimentos ilegais, como o ocorrido em 2.011”, disse.
Quanto à fala dirigida ao vereador Netinho, Fábio foi indistinto: “não sou eu que tenho que provar para Vossa Excelência que sou errado ou desonesto como insinuou na sessão do dia 22/02/2013, mas Vossa Excelência que deve provar o contrário. Qualquer previsão pode ser preciptada, criminosa e burra. Leio e escrevo muito para não ficar aqui gaguejando textos com palavras bonitas e escrita por terceiros”, arrematou.

Clique aqui e leia matéria sobre a sessão que extinguiu o mandato do vereador.
O Blog Oeste Global reserva espaço democrático para qualquer pessoa citada na matéria, que se sentir ofendida ou na razão de se pronunciar.

Deixe uma resposta