Violência contra a mulher em Ribeirão Pires.

Na segunda-feira, 1º de agosto, uma mulher de 31 anos, moradora na Vila Rosal foi ameaçada por seu ex-companheiro com quem conviveu maritalmente por dois meses e com quem tiveram um filho, hoje com sete meses de idade.

Segundo relatou a vítima na delegacia de Polícia, ao debater sobre a divisão de pertences conquistados pelo então casal, descontente, o homem ameaçou a vítima de que iria quebrar toda a casa.

Com medo de maiores consequência, a mulher recorreu a Policia e registrou Boletim de Ocorrência. A vítima foi ameaçada com medo recorreu à delegacia Em novo caso, uma jovem mulher de 25 anos e sua mãe de 44, ambas residentes na Estância Noblesse, foram covardemente agredidas com socos e ponta-pés pelo marido e pai que ao chegar embriagado

na segunda-feira (01), resolveu esquentar comida e se descuidou quase provocando um incêndio na residência.

Ao ser questionado sobre o acontecido, o valentão partiu para a agressão física. Sua filha foi a mais agredida onde apresentou hematomas região do pescoço, braços e pernas, a mãe da garota tinha manchas de pancada na perna.

Após essa sessão de pancadaria, não satisfeito, o cachaceiro iniciou discussão e retornou a agredir a filha arremessando contra ela um copo de café. A Polícia Militar foi acionada, e chegando ao local conversou com o bêbado que resolveu dormir na casa da sua mãe.

As vítimas foram orientadas na delegacia quanto às medidas asseguradas pela Lei Maria da Penha.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.