Câmara devolve 173 mandatos de deputados cassados pela ditadura

A Câmara dos Deputados corrigirá, nesta quinta-feira (06), uma injustiça praticada pelo regime de exceção que governou o País de março de 1964 a março de 1985. Em sessão solene no Plenário às 15h, serão devolvidos, ainda que simbolicamente, os mandatos populares dos 173 deputados federais cassados pela ditadura militar, dos quais somente 28 estão vivos. A homenagem é uma iniciativa da Comissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça, criada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara. Presidida pela deputada Luiza Erundina (PSB-SP), a comissão foi instalada em março de 2012 para fornecer informações e fiscalizar os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade. Foram os seus integrantes que sugeriram a homenagem aos 173 deputados federais cassados por atos de exceção, entre 1964 e 1977, sem o devido processo legal. O evento pretende resgatar a memória e a importância desses parlamentares eleitos pelo povo e impedidos de exercer o mandato por atos da ditadura.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.