Eliana Calmon não descarta entrar para a política

Com capital político pelo bom desempenho a frente da corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon pode vir a dedicar-se à vida política e disputar eleições pela Bahia. Ontem (28), em café pela manhã na Câmara dos Deputados, Eliana Calmon não descartou a possibilidade. Ao longo de seu mandato no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), quando falou da existência de “bandidos de toga” e abriu uma crise com entidades de classe da magistratura, Eliana Calmon negava a possibilidade de se filiar a um partido político e disputar eleições. Ontem, porém, a ministra admitiu a possibilidade de disputar as eleições já em 2014. Ela afirmou que avaliará a oferta assim que se aposentar.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.