FHC apoia liberação da maconha no Uruguai e rebate resistência religiosa

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) elogiou o projeto aprovado pela Câmara do Uruguai que legaliza o uso da maconha no país. “O presidente Mujica é um homem de visão. Num país pequeno, onde o problema era sério, ele achou melhor, em vez de ficar na mão do contrabando, ele oferecer. Não é uma decisão que se possa transferir a todos os países, mas mostra que não é a repressão que resolve”. Ele culpa a base evangélica por travar a discussão no Brasil. “O medo dos evangélicos é que se abram as portas para as drogas e o crime. É o contrário. É uma maneira mais inteligente de reduzir o uso.” Em visita no mês passado ao Hospital São Francisco de Assis, que trata dependentes no Rio de Janeiro, o papa Francisco se posicionou contra a prática e debate sobre a legalização das drogas como forma de enfrentar a dependência química no continente. “Não é deixando livre o uso das drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência química”, disse o papa, que é argentino. “É necessário enfrentar os problemas que estão na raiz do uso das drogas, promovendo uma maior justiça, educando os jovens para os valores que constroem a vida comum, acompanhando quem está em dificuldade e dando esperança no futuro.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.